Atendimento: (31) 3261-2801

Carrinho:

0 item(s) - R$0,00
Nenhum item adicionado.

Cibercrimes na e-democracia

Duplo clique para aumentar imagem

Menos Zoom
Mais Zoom

Mais Imagens

Cibercrimes na e-democracia

Edna Brennand, Poliana Policarpo

Descrição

Eis uma obra com irrefutável robustez de conteúdo e formatação para pesquisas, a disponibilizar informações inéditas, fruto de um primoroso trabalho investigativo, de modo a marcar presença na, por enquanto, parca seara bibliográfica atinente à cibernética.
Conquanto abordar tema vazado em jargões tecnicistas, visto tratar-se do múltiplo universo dos ciber, o livro tem palatabilidade impressionante. Quiçá seja devido a pitadas esparsas de poesia, homeopaticamente distribuídas para quebrar o gelo metálico dos bytes e dar-lhes sabor. Corroboram essa afirmação excertos que mesclam lirismo com tecnologia, dentre eles: “[...] os espaços físicos, rompendo padrões convencionais, foram substituídos pelos espaços etéreos, proporcionando a desmaterialização das relações sociais, ou seja, o que antes era concreto e palpável transforma-se em dimensão imaterial na forma de impulsos eletrônicos [...]”
Fruto da sua dissertação de mestrado, sob assertiva orientação da Doutora Edna Brennand, Poliana Policarpo compõe, com extremos de bordadeira, Cibercrimes na E-democracia, a chancelar sua promissora participação na lavoura das letras.
Nos abismos quase indevassáveis do ciberterritório, forja-se a E-democracia com seu inesgotável universo de possibilidades. No fascínio ebulitivo da criatividade, o faro aguçado da ciberdelinquência encontra matéria-prima e mares propícios para engendrar os mais abjetos mecanismos de burla da lei, aproveitando-se do sombrio anonimato para insurgir impiedosa contra desavisados cibersurfistas, quer adultos, quer crianças e adolescentes, consumando crimes que vão desde o tráfico de órgão até invasão de contas bancárias. Por isso, fazer-se necessário o concurso de uma gestão jurídico-estratégica, em exata medida,de modo a não abater as asas luminosas e libertárias da democracia.
Num breve erguer de cortinas, este livro expõe, sem rodeios,os luminares da E-democracia, a tomar o cibernavegante pela mão, de modo a fazê-lo adentrar as recâmaras do ciberespaço, onde, inclusive, hiberna, preciosa e aterrorizante, a deep web, com seus lampejos lúdicos e traiçoeiros, como a alertar para a face movediça da cibernética.

Esechias Araújo Lima
Cronista, poeta e membro da Academia Conquistense de Letras

Disponibilidade: Em estoque

R$119,90
OU
 
 

Detalhes

Poliana Policarpo Doutora em Ciências Jurídicas e Sociais - UMSA-Buenos Aires; Mestra em Gestão nas Organizações Aprendentes-MPGOA-UFPB, Integrante do Grupo de Pesquisa em Cultura Digital e Educação/UFPB; Especialista em Direito Processual pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia-UESB/UFSC. Professora e pesquisadora na área de Direito da Faculdade Independente do Nordeste - FAINOR. Palestrante na área de Ciências jurídicas e sociais. Edna Brennand Possui Pós-Doutorado pela Université Catholique de Louvain-UCL Bélgica (2005) e na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias- ULHT - Portugal (2012). Doutorado em Sociologia - Université Paris I Panthéon Sorbonne. Atualmente é Professora Titular da Universidade Federal da Paraíba.

Informação Adicional

Formato Impresso
Editora DPlácido
ISBN 978-85-8425-635-8
Autor Edna Brennand, Poliana Policarpo
[Org.] Não
Ano 2017
Páginas 432

Tags do Produto

Use espaços para separar as Tags. E aspas simples (') para frases.